segunda-feira, 8 de maio de 2006

Re(l)ações

"Vivemos paralelamente numa linha imaginária, traçada por acasos que se tornaram tão mais importantes...mais do que toda a lucidez ou realidade".....

Tu acordaste para a realidade, o tempo e o tempo fazem estas coisas, como te entendo, só não o consigo por em prática a minha lúcidez anda desencontrada com a vontade. Eu estava a dormir....exausta de me lembrar, exausta de me tentar esquecer, impotente como se estivesse incapacitada de agir, fechada numa casa esquecida do mundo....onde não estou....

Nos meus sonhos, a presença constante da desilusão que te causava..... tentava falar, tentava chegar a ti.....mas faltam-me as forças, chamas-me....não consigo, não te alcanço.... Reúno forças tento novamente, tenho um plano [sempre tive]......em vão....volto a desistir......A espiral recomeça....

Abro os olhos...corpo cansado e suado da luta...recordo-me de tudo mas estou confusa...seria um sonho?....no meio das duvidas percebo que não importa....nada importa, sei de que é feito o sorriso que devagar me invade o rosto..... Ao recordar o que não entendo....

1 comentário:

Luís disse...

"a minha lúcidez anda desencontrada com a vontade"

Se soubesses as vezes que ouvi esta frase...