sexta-feira, 12 de maio de 2006

Os virtuosismos dos petit noms…

Toda a gente se recusa, não fala deles, mas é incontornável, pode não ser rotina mas toda a gente já recebeu ou ofereceu um “nome fofinho” de um/a determinada cara-metade, em determinada altura da sua vida….

O amor tem destas coisas, deixa-nos irracionais, pouco lúcidos e pouco objectivos [há quem diga mesmo ridículos ….]

E se existe quem fuja às expressões mais banalizadas [repugnantes mesmo] como: amor, amorzinho, paixão, bebé, lindo, lindinha, boneca, ou até mesmo o insuportável m’our, nasce sempre uma ou outra expressão, feita de duas pessoas com uma partilha, que acabamos por aceitar no quotidiano desse amor… quem já não foi Kiau, Olhos Verdes, Babi [em oposição a Baby], Ninja Branco, Ninja Vermelho, Trapezista, Princesa, Duende, Príncipe Mi….ou apenas um simples diminutivo de um qualquer nome…

Não deixa de ser curioso [até mesmo cómico] de ver socialmente, os Sergios e as Marias, ou os Jorges e as São Pedro´s [adultos sério] a meio de um jantar de amigos ou no super mercado, se tratarem por palavras “fofinhas” ou comunicarem expressões codificadas….

-Oh Coração! …. Quando vamos para o nosso ninho de amor?

- O que tu queres sei eu.....hihihihi

Se por acaso me encontrar com algum ex com quem não me dê regularmente [uma pequena minoria] …recordo-me de imediato [com alguma estranheza] as coisas medonhas, que dizíamos a uma pessoa a quem agora apenas se diz …

….Então tudo bem?

Estes atrevimentos apenas destinados a pessoas que tem lugares de destaque nas nossas vidas, são de uma contradição imensa, não suportamos os dos outros mas gostamos secretamente dos nossos…


Quem é que nunca teve a mãe, a trata-lo/a como se o tempo não tivesse passado, num qualquer lugar publico? …

- Nina*….leva isto à mãe….estás a olhar com essa cara para mim, porquê?....

Enfim os pequenos preços do amor…. [esse tão reclamado amor] ….

…mas no fim…deixa-nos mais perto….não?




…. Sexta-feira 18:30 ??? .... …. Kiau?**

*O petit nom que a minha querida mãe ainda insiste em usar….
** Expressão codificada porque não posso, nem quero deixar de me lembrar dessas coisas….

5 comentários:

kolm disse...

Até não acho muito grave o tipo de tratamento ou diminutivo que se utiliza, (tirando o Bebé e boneca - blecchhhh). Aliás alguns provem do convívio com uma outra pessoa que tem por hábito dizê-lo e inconscientemente acabamos por adoptá-lo para o nosso vocabulário... (mas isto é outra conversa porque a culpa é tua, foste tu que me pegaste - Riso...),

Se estiveres em algum lado e disseres a palavras amor de certeza que vais ter muitas respostas... toda a gente responde por esse diminutivo... até o mouro que esclareço desde já que é um cão...

Mas pior que tudo é passares por um andaime, e veres uns quatro ou cinco macacos aos pulos e a “mandar” piropos nojentos... isso é que é mesmo repugnante... Que venham lá o que está: os Lindos as lindas os amores e as bonecas que nós aceitamos... esta onde de amor e carinho....

:-)

Vodka e Valium 10 disse...

Não vou contar os nomes pelos quais já me trataram e outros pelos quais ainda me tratam.
Lembro-me de um filme do Woody Allen em que um casal, sempre que queria fornicar e explicita-lo em público referia-se a Paris. O mote está dado. E sejam originais, não se fiquem só pelas cidades europeias.

Luís disse...

uma paixão a sério tem mesmo que urilizar esses nomes, mesmo que depois se tornem pirosos com o passar dos anos.

Desinformador disse...

esqueceste um muito em voga por estes dias... e que tem muita piada... 'cesa!

obrigado pelo esforço de 6f! o DT foi brutal!

AMAFAS disse...

Eu sou mais à hentiga:

Patroa!