quarta-feira, 22 de março de 2006

Dilemas....

A blogosfera não é real, não nos relacionamos, não existimos, serão apenas letras soltam que formam cenários e personagens num teatro bem encenado.....??·
Nunca temos fome, nunca sorrimos nos olhos, nunca adoecemos, não ficamos tristes, não somos parte da vida uns dos outros, lançamos histórias sem intenções, e nunca nunca partilhamos emoções...... ???

....... (A vontade à muito que ultrapassou a razão)..........

8 comentários:

mariadarosa disse...

Minha querida,
eu existo
e sinto
e partilho

Bjo

Luís disse...

Se há coisa que abunda lá por casa é fome, frio, às vezes tristezas outras alegria, muitas emoções e histórias... tudo partilhado e de certa forma com um aespécie de relação com todos. Esta é a minha resposta pa um post que confesso n percebi muito bem.

É verdade, tb há musica por lá.

Desinformador disse...

olha que um blog diz mt de uma pessoa... mesmo que esta não queira se expôr perante desconhecidos...

thkx pelo presente, gostei mesmo!

Vodka e Valium 10 disse...

Por muito que o seminário em Estudos de Tradução não esteja a correr bem, uma coisa aprendi: o texto codifica sempre o contexto.

Mesmo que este seja inventado ou verdadeiro, assumimos sempre que é inventado. Eu assumo que é verdadeiro: faz-me pensar em pessoas. E depois escrevo sobre elas e crio um ciclo criativo.

kolm disse...

È precisamente esse o sentimento... o sentimento do mistério. O rosto que está por detrás de cada palavras...

amigona disse...

Eu sou real!

Isolamentos disse...

"O valor das coisas
não está no tempo que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.

Por isso
existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis,
e pessoas imcomparáveis."

Fernando Pessoa

eu diria isso e acrescentaria. acrescentaria que às vezes não interessa como as coisas acontecem e onde acontecem.

ainda bem que acontecem. * :)

Palavra disse...

Todas as histórias que lançamos têm uma intenção, nem que seja para contar algo que nos aconteceu, que gostariamos que acontecesse ou mesmo que não quisessemos de todo que acontecesse.
Também cá temos fome, também aqui adoecemos, nem que seja através das palavras para contar o que nos aconteceu ou está a acontecer.
Não é toa que os blogs existem. É precisamente para partilhar experiências e conhecer novas vivências.
Não há teatro na blogosfera.
Todos partilhamos a mesma forma de comunicação, escrevendo para ser lidos do outro lado, pelas outras pessoas. Somos todos emissores e receptores neste mundo sem fim, mas real.
Pode ser uma realidade paralela, bem distinta daquela que habitualmente vivemos, mas existe.
Podem ser amigos virtuais, que nunca conhecemos, que gostariamos de conhecer nem que fosse um dia por breves instantes, mas é real, são reais porque existem.
Lembraste do que dissemos há uns meses?
Carpe Diam.. hoje repito-o para te dizer para aproveitares estes momentos, porque as expressões podem mudar, mas as palavras, essas, ficam aqui gravadas para mais tarde recordar.. e quanto a mim recordo todos os momentos com o saudosismo de alguém que espera que o futuro ainda reserve surpresas cada vez melhores..