quinta-feira, 2 de fevereiro de 2006

Linha, agulha, e muita imaginação.....

Chega a altura do ano em que o meu telmóvel não para, recebo os telefonemas mais estranhos a todas as horas do dia, e da noite para me fazerem os mais variados pedidos.
Ora são collans, côr de rosa, ora é uma t-shirt laranja, ora é um par de sapatos, ou informações sobre as melhores lojas de tecidos, ou sobre perucas......não não tenho um bar de Strip.......é outra coisa........

A maior parte das pessoas deixou de se mascarar lá por volta dos 10 anos, e ao juntarmos Carnaval + Liceu, existem sempre recordações pouco felizes na memória de todo o comum dos mortais.
Mas para mim o encanto está no trabalho exautivo do fabrico do fato e dos adressos, agulhas, linhas, o cose descose, aperta, desfáz, o corta e cola.
Os amigos todos em casa, cada um a dar palpite sobre qual, a melhor maneira de contruir o fato perfeito, que vai levar as melhores gargalhadas para casa.
Á dois anos passei 15 dias a trabalhar naquela que pensava ser a minha Master Piece, no dia tão aguardado, toda eu era uma bola de tule Côr de Rosa Choc, com uma cadeira de plástico de miudos da mesma côr na cabeça, devem estar a pensar qual era o meu fato, pois bem era...............uma pastilha elástica colada no fundo de uma cadeira!!!!, eu estava radiante, passei um frio de rachar, e quase ninguém percebeu o fato, mas o sorriso foi comigo para casa na mesma!!!

O melhor fato foi sem duvida o de Mona Liza, em que para além de toda a roupa que deu trabalho que nunca mais acabou, imprimimos a Mona Liza em propoções reais, fizemos uma moldura gigante e cortamos a cara dela, para poder enfiar a minha, passei a noite toda com a cara enfiada um K-Line gigante, mas estava do melhor!!!!!

Este ano ainda não decidi o que fazer, mas já não passa deste fim de semana!!! Vou dando noticias...

Aceitam-se sugestões....

6 comentários:

Palavra disse...

"uma pastilha elástica colada no fundo de uma cadeira"?!.. Bem.. imaginação não te faltou e se quase ninguém reparou o que era, foi porque quase ninguém teve imaginação suficiente para o compreender.. bom, com tanta imaginação, este ano não sei o que poderá ser, mas tem de ser absolutamente irreverente.. lembra-te do Duchamp, mas sem urinois.. hehe

Luís disse...

eu vestia-me de bateria...
ou garrafa de gás.

Palavra disse...

Mas que seja das novas Pluma.. hehe

rspiff disse...

Uma pastilha elástica?????? Uma pastilha elástica??? Numa cadeira???? Tu és doida, és completamente desaparafusada...e isso agrada-me...muito.

É claro que não tenho sugestões, tudo ia soar pouco imaginativo...

miak disse...

Podia ser...de um pé com meia, de uma menina...com um tersolho.

miak disse...

Esquece...nada bate a pastilha na cadeira...