quinta-feira, 13 de julho de 2006

Bolas de neve......menos doces....

Gostava de ter mais tempo, mais tempo para mim, para os outros, para dormir, para ler, ouvir musica, ouvir os outros, para partilhar, para ir às compras para a avó, ir tomar café, falar até de madrugada, para chorar, e rir até doer a barriga…e não ter de abdicar de nada….

Mas não tenho! São apenas 24horas, … passo 9 estúpidas horas num trabalho que já não me desafia. Com pessoas que nem sequer me interessam ou se interessam… perco cerca de 3 horas no transito ou em deslocações diárias para este sitio sem sentido….e já não vou contar com o tempo passado à frente dos tachos ou a “arrumar”* o que sobra da minha casa, acordo sempre atrasada porque durmo sempre muito poucas horas, horas essas, que passo a tentar fazer o que não faço durante o dia, a ler, a por conversa em dia em silêncios partilhados ou privados, a tentar matar saudades, a ver filmes e às vezes a faze-los….e claro acabo os dias com uma espécie de Jet Lag….ou efeito bola de neve…

…. Ando desencontrada com o cosmos…desencontrada com o tempo e desencontrada de mim**….

E agora vêm as férias…ou seja todo o tempo do mundo, e não sei o que fazer com tanto tempo nas mãos….

Era um clone se faz favor….


*Arrumar é defenitivamente um termo muito muito exagerado, para quem se a contenta em tirar a roupa de cima de um sofá para dentro de uma máquina…

**e infelizmente desencontrada de ti…..mais um pedido de desculpas, pelo tempo, pela falta dele, pela resistência e pela falta dela…..merecias mais….mas ando tão, tão cansada….

5 comentários:

wk13 disse...

http://vagueandoporti.blogspot.com/

Encontrar-te... foi bom!
Encontrar-te, foi como possuir
Todos os azuis.
Como se tivesse um mar e um céu
Dentro de mim.

Encontrar-te, foi como possuir
Todas as cores, todas as flores.
Todas as luzes.
Foi como se o vento e as velas
Trouxessem a calma, a paz,
Que tanto bem fizeram
A minha alma.

Encontrar-te ...
Sentir a tua pele.
Teus doces beijos.
Hum!!. Foi bom!
Só tu sabes escutar
O meu ser.

Agora sonho, vou ao amor...
E no amor, sonho...
Embalo-me em teus braços,
Nos primeiros raios
De uma nova manhã.

Rosa disse...

Sim... parece-me que estás mesmo a precisar de férias... Vais ver que depois voltas com outra garra e com maiores capacidades de "domar" o tempo.

trapezista disse...

...um clone ou dois...digo eu. que não sei se chegavam.... *

mariadarosa disse...

Faz o que te der na real gana
faz tudo
nao faças nada
tempo que nao chega
tempo que sobra

quanto ao emprego que nao te estimula

muda

S. disse...

é infelizmente a sociedade que temos.
mas já dizia o outro:

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar

(e por aí adiante)



força*